Inicial > Livros > Alta Fidelidade, livro de Nick Hornby

Alta Fidelidade, livro de Nick Hornby

Eis meu primeiro contato com Nick Hornby, ex-professor e atual morador da zona norte de Londres. Alta Fidelidade me exigiu mais envolvimento do que eu estava disposta a oferecer, porque demorei para me render às semelhanças nada nobres do personagem.

Rob Fleming é um recente solteirão, largado pela ex-namorada Laura (e por todas as outras que vieram antes dela, listadas de maneira muito singela no início do livro) e dono de uma loja de discos que não vai tão bem assim. Toda e qualquer situação em sua vida é motivo para fazer um top cinco – músicas, filmes, ex-namoradas. Sua paixão pelos discos, motivo de manter a loja funcionando, tem uma relação mais profunda do que parece: seus próprios discos são organizados por fases de sua vida, e gravar uma fita exige muito mais planejamento do que simplesmente escolher músicas.

Por algumas páginas, você acha que ele é apenas um maluco depressivo, que deveria ter um pouco de orgulho próprio e levantar do sofá, mas então ele revela todas as coisas não tão altruístas que ele já fez e seu bom senso lhe diz que ele mereceu tudo o que passou e a história poderia terminar ali, com um top cinco de finais infelizes.

E então você se apega ao livro, à música e aos pensamentos de Rob. É como se você estivesse do lado dele, escutando suas injúrias, envolvendo-se com seus pensamentos, a ponto de ter que piscar para entender se é você ou ele quem está falando. O lado mais obscuro (seu ou do personagem), parecia começar a ser compreendido totalmente. E como numa música, você sente raiva novamente, porque no lugar dele, você talvez fizesse diferente.

Essa foi a minha relação com Nick Hornby em Alta Fidelidade. Essa foi a ansiedade que senti por diversas páginas, até a peça terminar e eu desejar espiar por trás das cortinas, porque embora tenha um final, aquele personagem é seu lado mais obscuro – aquele que algumas pessoas não chegam a admitir – e você sabe que precisa compreendê-lo totalmente. Para quem viveu os anos 90 ouvindo música e vendo TV, Nick Hornby é heroi.

Ficha Técnica

Título: Alta Fidelidade
Autor: Nick Hornby
Ano: 1998
Editora: Rocco
Gênero: Romance, Literatura Estrangeira
Número de páginas: 260

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: