Inicial > Música > Saudades: 15 anos sem a Brasília Amarela

Saudades: 15 anos sem a Brasília Amarela

Foi a partir do dia 2 de março, após um acidente aéreo, que os cinco garotos de Guarulhos – na grande São Paulo – deixaram saudades em nossos corações e ouvidos. Há 15 anos atrás, o Brasil perdia uma das mais carismáticas e inovadoras bandas de todos os tempos: os Mamonas Assassinas.

Dinho (vocal), Bento Hinoto (guitarra), Júlio Rasec (teclado), Samuel Reoli (baixo) e Sérgio Reoli (bateria), venderam três milhões de cópias em apenas 7 meses de trajetória e colocaram em todas as rádios brasileiras, sucessos como “Pelados em Santos“, “Robocob Gay“, “Sabão Crá-Crá” e “Vira-Vira“.

Quem nunca chamou – uma única vez sequer – a namorada de “pitchula” ou sonhou em ter uma Brasília amarela com rodas gaúchas ? E eu sei (admita..) que você também dançou com o Robocop Gay nas festinhas de colégio.

Esse ano – em uma homenagem à própria banda, fãs e familiares – a produtora Tatu filmes irá lançar o documentário “Mamonas, Pra Sempre“. O filme, que já foi exibido em 2009 na Mostra de Cinema de São Paulo e no Festival CineMúsica de Conservatória, será oficialmente lançado no dia 27 de maio.

Nós, do Pipoca Musical, temos certeza que desde que se foram, os cinco rapazes, estão tirando uma onda de São Pedro, com suas coreografias e letras bem-humoradas.

Valeu Mamona-na-na-nas, Mamona-na-nas, Mamona-na-nas Assassinas !

Categorias:Música Tags:,
  1. Fernanda
    02/03/2011 às 14:18

    Bela e merecida homenagem…. =0) Bem melhor que Restart & Cia!!!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: