Inicial > Filmes > Referências e rock n’ roll em “As Viagens de Gulliver”

Referências e rock n’ roll em “As Viagens de Gulliver”

Jack Black não é um ator muito maleável. Ele tem um perfil e segue com ele aonde for. As Viagens de Gulliver é um exemplo de como a releitura de um clássico pode virar um show de referências cults regadas com muito rock n’ roll. E morrer na praia com isso.

Jack Black é Lemuel Gulliver, um cara que trabalha há anos entregando correspondência na redação de um jornal, e nutre um amor platônico pela editora de turismo Darcy (Amanda Peet). Sua vida pacata e sem novidades começa a cansá-lo e então ele inventa uma tremenda mentira para Darcy e consegue a vaga de redator de turismo. Seu primeiro trabalho é ir para Bermuda, mas uma tempestade faz com que ele acorde na ilha de Liliput, onde os moradores são muito, muito pequenos.

Gulliver conhece Horatio (Jason Segel), um camponês preso por cortejar a princesa Mary (Emily Blunt) e tenta ajudá-lo a conquistar a moça, prometida ao General Edward (Chris O’Dowd). O gigante ganha a confiança da população após salvar o Rei Theodore (Billy Connolly) de um incêndio. Em um mundo de princesas indefesas, príncipes gananciosos, reis tolos e piratas malvados, Gulliver é um gigante que pinta de herói. Ele conta como descobriu que Darth Vader era seu pai e como separou-se de sua amada no naufrágio do Titanic, mas as risadas ficam apenas nestas cenas.

As Viagens de Gulliver é muito fraco em roteiro. A verdadeira história de Gulliver, aquela escrita por Jonathan Swift no século 18, fazia uma crítica à Inglaterra daqueles dias. Esta película não chega nem na sombra do que foi o livro. Os efeitos são os mais baratos possíveis, as atuações extremamente forçadas (até mesmo a queridinha Emily Blunt, de O Diabo Veste Prada, ficou pra trás) e as piadas sem graça. A trilha sonora, obviamente, conta com Kiss e AC/DC, mas também não vai pra frente. Nem mesmo as referências aos filmes cults salvam a película. As Viagens de Gulliver tem seu charme apenas no trailer, que você vê abaixo:

Ficha Técnica

Título: As Viagens de Gulliver (Gulliver’s Travels)
Diretor: Rob Letterman
Ano: 2010
Gênero: Comédia
Duração: 85 minutos

  1. 04/04/2011 às 11:18

    Nem no trailer… ‘–

  2. 04/04/2011 às 11:22

    É, hehehe. Ao menos eu quis ver por causa do trailer, mas realmente decepcionou muito!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: