Tourantino, por Jayne Jain Kennedy

* Este texto foi escrito em 1995 e foi reproduzido no livro “Quentin Tarantino”, de Paul A. Woods.

Los Angeles. A cidade dos Anjos. A Capital do Cinema Mundial. O centro da cirurgia plástica do universo. Uma cidade de um milhão de contradições. Para apreciar melhor aquele glamour corrompido de Los Angeles, uma cidade que Quentin Tarantino ama como apenas um nativo pode amar, esqueça as regulares turnês pelas casas de astros ou as outras incontáveis visitas oferecidas e faça um “tourantino” pelas lanchonetes, terrenos baldios, alojamentos e zonas de assassinato de Amor à Queima-Roupa, Cães de Aluguel e Pulp Fiction.

Cães de Aluguel, Reservoir Dogs, Madonna Speech

Comece com um café da manhã reforçado e várias doses de café no Pat and Lorraine’s, na 4720 Eagle Rock Boulevard, a lanchonete onde a maior parte dos personagens de Cães de Aluguel com codinome de cores comeu o que acabou sendo sua última refeição.

“Há clientes que vêm aqui porque viram o filme e gostam da comida, porque o serviço é bom”, diz a garçonete Leslie Harwood, que não viu Cães, mas insiste que as gorjetas sempre vêm, apesar da recusa apaixonada do Sr. Pink. Ela também nunca viu um grupo de homens de terno preto e gravata preta chegar em uma manhã, tagarelando sobre o conteúdo das letras das músicas de Madonna. Mas e se acontecer?

“Eu pensaria que é uma pegadinha para a TV”, ela brinca.

Enquanto estiver na vizinhança, certifique-se de verificar muitos dos lugares encharcados de sangue que se destacam em Cães de Aluguel. Depois que a filmagem foi completada, o necrotério desocupado que passou pelo depósito onde os Cães se reuniram depois do malsucedido roubo dos diamantes foi considerado um lugar para um programa de arte pós-escola. Jovens das áreas pobres teriam feito artesanato no mesmo local em que o Sr. Blonde fez sua mágica de corte e recorte. Quando o plano não deu certo, o prédio foi demolido.
Leia mais…

Ruby Sparks: A Namorada Perfeita

Paul Dano, Zoe Kazan, Ruby Sparks

Calvin Weir-Fields (Paul Dano) é um famoso escritor de um livro só que luta consigo mesmo para desenvolver uma nova história. Com pouco ou nenhum esforço para se relacionar com outras pessoas, ele passa os dias em sua casa gigante sem produzir nada relevante, até que um dia arranja uma inspiração: uma garota ruiva que povoa seus sonhos e fala com ele de um jeito doce e desprovido de interesse em sua fama, do jeito que ele imagina que uma namorada deva ser.

Tomado por uma alegria repentina, ele começa a escrever sobre ela, a quem chama de Ruby Sparks, e realmente se apaixona pela personagem. Sem mais nem menos, a garota se materializa em sua casa, de camisa e cabelo bagunçado, como se vivesse em um relacionamento com ele há meses – e nem desconfia de que é um produto da sua imaginação.

Paul Dano

Calvin decide largar da história para viver uma história de amor sincera com Ruby (Zoe Kazan), mas quando a vida a dois começa a mostrar algumas imperfeições, ele passa a modelar algumas características da namorada para que ela aja de acordo suas expectativas.
Leia mais…

007 – Skyfall: visual impecável e cenas bem feitas

James Bond (Daniel Craig) e Eve Moneypenny (Naomie Harris) estão em missão na Turquia onde um agente do MI-6 foi morto e um disco rígido – com detalhes de agentes infiltrados em organizações terroristas – roubado. Durante a missão, Bond é atingido acidentalmente por Eve e some do mapa, sendo listado pelo IM6 como “desaparecido, provavelmente morto”.

“Agent down”.

É assim que termina a primeira cena de Skyfall, uma violenta perseguição sob telhados e trens tão impressionante que você pensa em como, após 23 filmes, estas cenas ainda conseguem surpreender e deixar os espectadores de boca aberta.

M (Judi Dench) no funeral dos agentes ingleses

O nome dos agentes infiltrados é publicado na internet e M (Judi Dench) tem sua capacidade posta a prova pelo novo presidente do Comitê de Segurança e Inteligência, Gareth Mallory (Ralph Fiennes). O sistema da MI-6 é hackeado e uma explosão mata alguns agentes. Então Bond retorna – de barba, com nenhuma resistência física e fazendo o tipo bêbado, ele se submete a novos testes físicos e psicológicos para poder voltar a cumprir seu dever protegendo a Inglaterra.

Entre viagens, cassinos, maletas de dinheiro e ilhas desertas, Bond conhece Sévérine (a Bond Girl de Skyfall é Bérénice Marlohe, garota propaganda da Swarosvki), uma linda e enigmática mulher que o leva até seu empregador, Raoul Silva.

Raoul Silva (Javier Bardem)
Leia mais…

Carne Trêmula, de Almodóvar

carne trêmula, victor

Carne Trêmula é um filme de Almodóvar, cujo roteiro é inspirado no livro policial de Ruth Rendell. Já demos dicas de filmes sensacionais do Almodóvar, e Carne Trêmula entra pra essa lista.

No ano de 1970, em Madri, uma prostituta (Penélope Cruz) dá a luz ao menino Victor em um ônibus municipal, de madrugada. As ruas vazias ambientam a época.

Vinte anos depois, Victor (Liberto Rabal) anda pelas ruas de Madri atrás de uma jovem moça chamada Helena (Francesca Neri) que conheceu em uma festa em outra semana. Empolgada com o encontro que haviam marcado, vai até a casa dela, mas a garota não se lembra dele porque estava drogada durante o sexo e esperava pelo traficante. De certa forma apaixonado, Victor insiste, mas ela o ameaça e, após o barulho de um tiro, dois policiais chegam ao seu apartamento, David (Javier Bardem) e o experiente Sancho (José Sancho).
Leia mais…

Top 10 – Dicas de filmes de terror antigos para curtir o Halloween

Quando o Halloween se aproxima, aumenta a vontade de fazer pipoca e assistir filmes de terror bons que sejam capazes de gelar a espinha. O cinema nos presenteou com histórias arrepiantes, muitas vezes baseadas em livros mais assustadores ainda. Stephen King é o mestre do gênero de Terror na literatura, e o cinema conseguiu retratar bem algumas de suas obras. Os anos 70, 80 e 90 tem boas dicas de filmes de terror pra assistir acompanhado (e de luz acesa?).

Vamos ao Top 10 especial de Halloween, com dicas de filmes de terror antigos.

O Iluminado (The Shining, 1980)Trailer
O Iluminado, Jack Nicholson, Cena clássica do cinema
Jack Torrence (Jack Nicholson) é contratado para tomar conta de um hotel no Colorado no período do inverno, quando a temporada de visitas é muito baixa. Jack se muda para o hotel com sua esposa e filho, mas o isolamento o torna um homem instável e perigoso. Para completar o quadro, seu filho começa a ter visões de acontecimentos passados no hotel, em que outras pessoas também tiveram problemas psicológicos por conta da solidão. As melhores cenas de O Iluminado se devem a excelente direção de Stanley Kubrick sob a equipe. O resultado é um filme clássico, que foi fundamentado no livro de Stephen King.

Psicose (Psycho, 1960)Trailer
Psicose, Cena clássica do cinema
Alfred Hitchcock, gênio do cinema, conta em Psicose a história de Marion (Janet Leigh) uma secretária que rouba US$40 mil da imobiliária onde trabalha e durante a fuga acaba se perdendo na estrada. Ao chegar no velho Motel Bates, Marion é atendida por um jovem e tímido rapaz, Norman Bates (Anthony Perkins) que é completamente dominado pela mãe. A história da produção deste filme virou roteiro de cinema e o filme Hitchcock, com Anthony Hopkins no papel principal chega aos cinemas brasileiros em 2013.
Leia mais…

As músicas de abertura de 007

James Bond foi criado pelo escritor Ian Fleming em 1953 no livro Casino Royale e, com o sucesso que teve, acabou virando filme. Em 2012 James Bond comemora 50 anos desde o lançamento do primeiro filme.

Ano após ano, filme após filme, a abertura de 007 segue a mesma estrutura, com a cena do cano da arma calibre .38 impactando o espectador. Em Casino Royale (2006) a abertura ganhou uma variação bem interessante, incorporando o cano da arma ao enredo.

Não é apenas esta famosa cena do cano da arma e as Bond Girls que fazem sucesso. As músicas, sempre compostas especialmente para cada filme da trama, dizem muito da história que está por vir. Com o lançamento de 007 – Operação Skyfall, reunimos neste post os 23 temas feitos para os filmes de James Bond.

Ouça todas as músicas de abertura dos filmes de James Bond:

1. 007 Contra o Satânico Dr. No – “James Bond Theme” – Monty Norman

2. Moscou Contra 007 – “From Russia With Love” – Matt Monro

Leia mais…

Categorias:Música Tags:

Bonequinha de Luxo: clássico e elegante

Audrey Hepburn em Bonequinha de Luxo

No filme Bonequinha de Luxo, Audrey Hepburn foi imortalizada no papel de Holly Golightly, uma delicada e estabanada garota que vive em Nova York e está decidida a mudar de vida casando-se com um milionário. A personagem foi criada por Truman Capote em sua obra homônima, uma literatura de alta qualidade e extremamente ousada, como é característico do autor.

Holly vive perdida entre a inocência e a ambição, enquanto planeja sua vida tomando cafés da manhã em frente à famosa joalheria Tiffany’s localizada na Quinta Avenida (que, por sinal, abriu num domingo pela primeira vez em sua história apenas para que as gravações do filme acontecessem). Em um momento, Holly conhece Paul Varjak (George Peppard), um escritor frustrado que é bancado pela amante e começa com ele uma amizade norteada por suas próprias desilusões e sonhos.
Leia mais…

%d blogueiros gostam disto: