Arquivo

Posts Tagged ‘Blues’

Aquela pequena banda do Texas… ZZ Top!

Hoje temos uma contribuição muito valiosa para o nosso acervo musical: O @alxsantos enviou a resenha dele sobre ZZ Top, uma banda do… Bom, você vai ler aí :)

O trio ZZ Top, formado por Billy Gibons (guitarra e vocal), Dusty Hill (baixo e vocal) e Frank Beard (bateria) se juntou em 1969 no Texas e, desde então, nunca alterou sua formação. São 40 anos lançando discos que criam legiões de fãs pelo mundo. Ao todo são 20 lançados, 15 inéditos e 5 coletâneas.

Mas nada foi sempre fácil. No início, sendo uma típica banda “boogie” do Texas eles não eram ídolos no mundo inteiro. O primeiro Hit veio no disco Rio Grande Mud de 1972 com a música Francine. O próximo trabalho seria o primeiro com a mescla do Blues, Country e Rock que até hoje faz sucesso, o album Tres Hombres dá a eles um disco de platina e um passaporte para o estrelato.

Em 79, além de surgir as grandes barbas que, junto com Hot Rods e mulheres, são um dos ícones da banda, lançam o disco Deguello que é considerado um dos melhores.

Mas foi só em 83, com Eliminator é que a banda chega ao topo das paradas. A música Gimme all your lovin’ vira uma febre, Legs e Sharp Dressed Man também frequentavam os rádios do mundo. Eliminator vendeu 11 milhões de cópias só nos EUA, um dos mais vendidos do Rock.

Dali pra frente o trio lançou mais 7 discos e as 5 coletâneas, um Dvd com todos os clipes e um ao vivo lançado em 2008. 40 anos do bom e velho rock n’ roll com “that little ol’band from texas”.

Texto enviado por: Alexandre Santos

Assista o vídeo do maior sucesso do trio e veja por sí mesmo tudo isso que leu:

Ficha Técnica

Nome: ZZ Top
Site: Site | MySpace
Gênero: Rock, Blues
Origem: EUA (Texas)

Categorias:Música Tags:,

Entrevista: Bluecets

Formada em 2010, em Porto Alegre, a Bluecets é o que há de mais novo no gênero do Blues. Com letras divertidas e ritmo empolgante, a banda vêm crescendo na cena gaúcha e já tendo se apresentado em alguns festivais, bares e rádios da cidade.

O Pipoca Musical conversou com o Franco e Rafael Assman, que demonstraram enorme simpatia em nome de toda a Bluecets. Os amigos gaúchos deixaram de lado o chimarrão e mostraram que boa música se faz com uma ceva (cerveja) tri gelada.

Confira agora a entrevista realizada nessa semana:

 

– Buenas Bluecets ! Primeiramente, nós do Pipoca Musical, gostaríamos de agradecer a colaboração de vocês por nos ceder essa entrevista e conhecer um pouco sobre vocês. Quem são os integrantes que formam a banda e como é que surgiu o nome para a banda?

Bluecets: O nome Bluecets é uma tentativa de reunir as coisas que gostamos, basicamente seriam: o azul do tricolor Gaúcho (todos na banda tem um direito assegurado.. o de ser Gremista, hehehe), o som Blues… e principalmente um “trocadalho do carilho”, que dá uma sonoridade diferente ao nome relacionado ao B.UC.E.T.A como diria o Grande Paulão das Velhas Virgens, hehehe. A banda hoje é formada por Franco (vocais), Mauro Kupim (guitarra e vocais), Rafael Assman (baixo e backing vocal) e Rafael Zug (bateria).

–  Franco, conheço o amigo já tem alguns anos (desde 2003 para ser mais exato) e desde aquela época, lembro que você queria seguir o projeto de uma banda. Como é que surgiu a Bluecets na sua vida?

Bluecets: Bem, realmente foi naquele tempo de 2003, quando te conheci, que comecei a alimentar a idéia de ter uma banda. Na época eu era um cara do heavy metal. Com o tempo amadureci meus conceitos musicais, tomei muita cerveja e virei “blueseiro”, hehehe. A Bluecets surgiu dessa vontade de fazer um som (e músicas) na linha dos Velhas Virgens,  para falar sobre bebedeiras, louuras e festas. E juntando essa galera, a gente finalmente chegou a isso.

– Como tem sido dividir o tempo com o trabalho, família e os ensaios?

Rafael Assman: É foda porque todo mundo trampa, temos que fazer algums sacrificios, o maior é dormir poucas horas por dia.

Franco: Realmente, conciliar todas as coisas é complicado, mas é gratificante, pois a banda é algo que fazemos com prazer, algo que a gente gosta. Então mesmo dormindo poucas horas, quando temos shows, ensaios ou algo do gênero, a gente curte muito.

– O próprio nome já indica qual o estilo musical da banda, mas quais as influências da Bluecets?

Bluecets: As nossas influências giram em torno do Blues, do Rock Clássico, e como não poderia deixar de ser, temos profundas raízes no Rock Gaúcho.

– Quem compõe e quais as inspirações que vocês buscam para as letras?

Bluecets: As músicas normalmente são compostas por todos nós. As idéias surgem e vão pro papel e pra melodia. Em alguns casos, um tem uma ideia, escreve o esboço, compartilha e logo criamos algo. As inspirações vêm de situações que acontecem conosco. Tragos homéricos, partidas de poker, um show que estava vazio… tudo acaba virando música.

– Não pude acompanhar a transmissão da Ipanema FM quando vocês estiveram por lá, mas como foi estar “ao vivo” para boa parte de Porto Alegre?

Bluecets: Foi uma experiência muito legal e muito boa. Saber que diversas pessoas estão ali ouvindo o que tu tens pra falar é diferente do show… onde o pessoal vai pra “ver” tuas músicas. Em um programa como o Chimia Geral, tu acabas podendo expor tuas opiniões.  Foi realmente algo muito bom. Fizemos também um acústico em uma rádio Web aqui de Porto Alegre, a Putzgrila. O programa no chimia geral está disponível pra ouvir no link e o da Putzgrila brevemente estará disponível.

– No dia 20/02 vocês tocaram no Verão Cultural, lá no Parcão de Cachoeirinha, como é que foi isso ? Você cresceu ali, como foi tocar para os amigos e familiares?

Bluecets: Esse com certeza foi um show diferente. O primeiro grande palco que tivemos pela frente, com uma estrutura muito boa, para um show de grande porte. E poder tocar na tua cidade, para as pessoas que tu conheces há anos é diferente. É uma coisa muito boa. Com certeza foi algo que pode até virar uma música, hehe.

– Fora os shows que acontecem no Dr. Jekyll, na Cidade Baixa, onde a Bluecets tem se apresentado ? Qual a agenda e os projetos da banda para 2011?

Bluecets: O Dr. Jekyll se tornou meio que uma “casa” para nós e tocamos lá com frequência. Outro lugar que tocamos com prazer é o Eclipse Bar, bar de grandes amigos. Enfim, a Cidade Baixa é o nosso chão. Normalmente  tocamos por ali mesmo. Temos show agora, no dia 29/02, no Dr. Jekyll – pra variar – e estamos gravando as faixas para o primeiro CD. Fora isso queremos começar a tocar pelo interior do RS e região metropolitana de Porto Alegre. Seria bom também tocar fora do estado. Santa Catarina seria legal né? Hahaha.

– Fico muito contente em receber essa presença de vocês no nosso blog. É certo que, assim que puder, vou querer conferir o trabalho de vocês em terras gaudérias e com uma Polar na mão. Tudo por conta da Bluecets, certo? (risos)

Bluecets: Olha… sabes que vai ser muito bem-vindo. E certamente vai encontrar um daqueles churrascos regados a muita cerveja. Aí tu trazes as meninas… e a coisa tá completa, hehehe.

– Um forte abraço do amigo, em nome de toda a equipe do Pipoca Musical.

Bluecets: Muito sucesso para vocês ! Nós agradecemos a oportunidade de aparecer por aqui, e não esqueçam: abram uma cerveja e curtam um blues com a gente !

O telefone de contato para shows e agendamentos é o (51) 9288-7188.


Ficha Técnica

Nome: Bluecets
Gênero: Blues
Site: Site OficialMySpace
Origem: Brasil (Rio Grande do Sul)

Categorias:Música Tags:,
%d blogueiros gostam disto: