Arquivo

Posts Tagged ‘Lindsay Lohan’

Top 10 – Dicas de filmes de patricinhas

Procurando dicas de filmes de patricinhas, pra curtir com as amigas durante a tarde? Juntamos num post 10 dicas de filmes de adolescentes patricinhas pra vocês. Só digo uma coisa: Lindsay Lohan e Hilary Duff são as mais populares nesse gênero. Vamos começar?

Meninas Malvadas (Mean Girls, 2004)Trailer | Ler resenha do Pipoca Musical
Quatro meninas malvadas
Cady Heron (Lindsay Lohan) é uma adolescente de 17 anos que se muda para um subúrbio de Chicago, nos Estados Unidos, depois de muitos anos sendo criada na África por seus pais zoólogos. Os primeiros amigos que Cady faz na escola nova são Damian e Janis (Lizzy Caplan), dois adolescentes não muito sociáveis. Mais tarde, ela se integra a um grupo de garotas conhecidas como “As Poderosas” – as mais populares e perfeitas do colégio, e acaba se apaixonando pelo ex-namorado da patricinha mais metida do grupo. O filme foi escrito pela comediante Tina Fey, e estrelado por Lindsay Lohan, Rachel McAdams, Lacey Chabert e Amanda Seyfried.

Sorte No Amor (Just My Luck, 2006)Trailer | Ler resenha do Pipoca Musical
Lindsay Lohan rindo
Lindsay Lohan interpreta a socialite sortuda Ashley Albright. Tudo é perfeito na vida da garota até que um dia, em um baile de máscaras, ela conhece Jake Hardin (Chris Pine) – o rapaz mais azarado de Nova York. Durante o beijo, a sorte dos dois é invertida e o mundo de Ashley começa a desmoronar. Como ela nem sabe o nome verdadeiro do seu par mascarado, tem que ir atrás dele para reverter a situação.

Confissões de uma Adolescente em Crise (Confessions of a Teenage Drama Queen, 2004)Trailer
Cartaz de Confissões de uma Adolescente em Crise
Lola Drew (Lindsay Lohan) é uma patricinha mimada, acostumada a ser o centro das atenções por onde quer que passe. Quando se muda para um subúrbio em Nova Jersey, ela precisa trocar de colégio e lá conhece Carla Santini (Megan Fox), a garota mais popular da escola, justamente o posto que ocupava em Nova York. Decidida a encarar Carla, Lola começa a batalhar pela popularidade e aproveita a montagem da peça teatral do colégio para colocar seu plano em ação.

Sexta-Feira Muito Louca (Freaky Friday, 2003)Trailer
Lindsay Lohan colegial com as amigas
A adolescência é um período delicado que afeta muitos relacionamentos entre pais e filhos. A Dra. Tess Coleman sabe bem o que é isso pelas experiências com a sua filha Anna (Lindsay Lohan), de 15 anos. As duas não concordam em nada, mas um dia a situação chega ao seu limite: Anna não tem o apoio de sua mãe em sua carreira musical, e Tess não consegue o apoio da filha para o seu segundo casamento. Em um restaurante chinês, as duas trocam os biscoitos da sorte e no dia seguinte mãe e filha se vêem no corpo uma da outra. Nesta condição, mãe e filha passam a lidar com as responsabilidade e os desafios que cada uma enfrenta diariamente. Não é uma história nova, mas Sexta-Feira Muito Louca tem uma trilha sonora legal e o apoio de um elenco jovem.

A Nova Cinderela (A Cinderella Story, 2004)Trailer
Hillary Duff beijando Chad Michael Murray
Sam Montgomery (Hilary Duff) é uma jovem estudante do ensino médio, que vive com sua madrasta Fiona (Jennifer Coolidge) e as filhas dela, que a tratam muito mal todos os dias. Sua vida sai do marasmo quando ela conhece um príncipe encantado pela internet: um rapaz sensível e compreensivo pelo qual ela logo se apaixona. Mas o garoto é ninguém menos que Austin Ames (Chad Michael Murray, o rapaz mais popular da escola, e Sam começa a ter medo de ser rejeitada. Uma versão bem moderna do famoso conto de fadas, A Nova Cinderela tem uma trilha sonora bem teen que completa o filme. Se você quiser ver A Nova Cinderela online, tem disponível no youtube.

Na Trilha da Fama (Raise Your Voice, 2004) – Trailer
Cena de Hillary Duff cantando
Hilary Duff tem a tendência de puxar a trilha sonora dos filmes em que atua pra si. Nada mais justo, já que ela é um grande ícone pop que inspira milhares de meninas pelo mundo. Aqui ela interpreta Terri Fletcher, uma jovem que nasceu e cresceu em uma cidade do interior dos Estados Unidos e que decide passar as férias de verão em uma escola de artes de Los Angeles. Como nunca esteve em uma cidade grande, ela aprende sozinha que nem todas as pessoas são boas e estendem a mão para ajudar o próximo. Ela usa então a nova experiência para amadurecer e conquistar o sonho de se tornar uma grande artista. Na Trilha da Fama (Raise Your Voice) tem trilha sonora super cool, cheia de músicas pop que grudam na cabeça como chiclete.

Material Girls (Material Girls, 2006)Trailer | Ler resenha do Pipoca Musical
Hillary Duff e irmã em cena de filme
Tanzie (Hillary Duff) e Ava Marchetta (Haylie Duff) são duas patricinhas, filhas do dono de uma poderosa indústria de cosméticos que vivem em meio à festas, massagens, cabelereiros e roupas de marca. Tudo vai bem até que a indústria vira alvo de escândalos e o dinheiro vai pelo ralo. Para recuperar o que tinham, as meninas vão ter que se unir para descobrir quem sabotou a empresa. O resultado é um filme com as irmãs com alguma sintonia que traz algumas até algumas questões de honestidade e honra à tona.

As Patricinhas de Beverly Hills (Clueless, 1995)Trailer
Alicia Silverstone com as amigas
Alicia Silverstone é a estrela do filme que fez muito sucesso na década de 90. Em Beverly Hills, a adolescente Cher Horowitz (Alicia Silverstone) gasta seu tempo e interminável dinheiro em conversas fúteis e compras sem fim com as amigas patricinhas do colégio. Então surge um garoto em sua vida que a faz questionar suas prioridades, e ela se apaixona por ele. O filme foi reprisado um milhão de vezes na sessão da tarde e toda garota que se preze já acompanhou a história da patricinha. Sabe quem mais está no filme? Brittany Murphy, lembra dela?

Tudo o que uma Garota Quer (What a Girl Wants, 2003)Trailer
Amanda Bynes colocando brincos
Em um filme divertido que envolve a realeza, Tudo o que uma Garota Quer tem Amanda Bynes no papel principal, como Daphne Reynolds, uma adolescente de 17 anos que resolve ir atrás do pai, Henry (Colin Firth), o qual conhece apenas de uma foto antiga de sua mãe. Acontece que Henry não sabia da existência da filha e as primeiras semanas juntos são bem duras, já que Daphne não conhece os rígidos costumes da educação britânica – requisito obrigatório para entrar na família real.

Tudo para Ficar com Ela (The Jerk Theory, 2009)Trailer | Ler resenha do Pipoca Musical
Cena colegial de Tudo para ficar com ela
Adam (Josh Henderson) é o garoto mais popular do colégio, e também vocalista de uma banda. Após ser descartado pela antiga namorada, ele começa a investir em novas conquistas agindo como um babaca, porque acha que é assim que as mulheres gostam. Então conhece Molly (Jenna Dewan), uma menina doce e reservada, que não faz questão de chamar a atenção por onde passa. Tudo para Ficar com Ela tem uma trilha sonora bacana, e a história cativa as menininhas. Vale a pena ser visto.

Sentiu falta de algum filme nas nossas dicas de filmes de patricinhas? Comente para que possamos evoluir esta lista com a ajuda de vocês e fazer mais um top 10 com as patricinhas mais famosas do mundo :)

Meninas Malvadas, uma guerra por garotos e status

Meninas Malvadas, mais um excelente trabalho de Lindsay Lohan, é uma comédia teen sobre colegiais brigando por meninos e status social. Uma comédia com direito a lição moral e risadas.

Cady Heron (Lindsay Lohan) é uma adolescente americana que foi criada na África, nunca foi à escola. De volta aos EUA, é hora de ela enfrentar o high school. Como sempre, a adaptação não é assim tão fácil, embora tenha feito de cara dois amigos considerados “diferentes” pela turma em geral, Damian (Daniel Franzese) e Janis (Lizzy Caplan).

Logo em seguida, conhecemos Regina George (brilhantemente interpretada por Rachel McAdams), a patricinha-mor do colégio, acompanhada sempre pela bisbilhoteira Gretchen (Lacey Chabertt) e a pamonha estereotipada Karen (Amanda Seyfried). O trio acaba recrutando Cady para participar da high society.

Se você acha que se apaixonar pelo ex da amiga não tem problema, não conhece Regina. Regina é, nas palavras de Damian “fabulosa, porém má”. A loira se coça quando Cady se mostra interessada por Aaron (Jonathan Bennett) e faz de tudo para atazanar a vida da garota. Com raiva, Cady pretende descobrir tudo sobre Regina e destroná-la, sem se dar conta de que está, ela mesmo, virando uma garota malvada.

Tina Fey arrasou em seu primeiro roteiro, com essa temática adolescente tão latente. O roteiro é baseado num best-seller de Rosalind Wiseman, Queen Bees & Wannabes, que fala sobre o poder das panelinhas no colégio. Excelente filme com atuações muito interessantes.

Ficha Técnica

Título: Meninas Malvadas (Mean Girls)
Diretor: Mark Waters
Ano: 2004
Gênero: Comédia
Duração: 97 minutos

Curiosidade: Em 2010 foi anunciada a sequência de Meninas Malvadas (Mean Girls 2), com Meaghan Martin (a patricinha Bianca em 10 Coisas que eu Odeio em Você) e a brasileira Maiara Walsh (a Sarah de The Vampire Diaries). O filme será baseado no livro Queen Bee Moms and King Pin Dads da escritora Rosalind Wiseman, embora não haja direção e roteiro de Mark Waters e Tina Fey.

Você também pode gostar de:

Ela é a Poderosa
Sorte no Amor
Top 10 – Dicas de filmes de patricinhas
Top 10 – Dicas de filmes para uma festa do pijama

Ela é a Poderosa

Lindsay Lohan é um furacão ambulante: por onde passa, deixa rastros de destruição. Seja cheirando cocaína nas festas mais badaladas de Hollywood ou chorando copiosamente em um dos muitos julgamentos que já enfrentou, a atriz parece nunca deixar de querer chamar a atenção de todo mundo. Comigo, isso já é caso ganho: sou completamente apaixonada por ela. Depois de sucessos de bilheteria escancarados, como Sexta-feira Muito Louca, Meninas Malvadas e Sorte no Amor, Lindsay Lohan decidiu dar um passo além: deixou para trás as comédias românticas e se jogou de cabeça em um drama (dos bons!).

À primeira vista, Ela é a Poderosa parece mais do mesmo. Mas não se engane: conforme a história vai se desenrolando, vemos uma Lindsay Lohan mais madura, mais dedicada, mais segura do que está fazendo frente ao duro mercado do cinema norte-americano.

Rachel (Lohan) é uma adolescente problemática que vive trazendo problemas à mãe, Lily (Felicity Huffman). Sem saber o que fazer com a filha, Lily decide apelar para uma decisão extrema: levar Rachel para a pequena cidade de sua mãe, Georgia (Jane Fonda), algo que tinha prometido a si mesma jamais fazer. Georgia é uma mulher inflexível, que segue rígidas regras de moral, bons costumes e trabalho duro. Durante as férias, Rachel deixa vazar para o veterinário local a informação de que ela teria sido molestada sexualmente pelo seu próprio padrasto, o que escancara as portas de uma caótica e sofrida crise familiar que muda completamente o rumo do filme.

O diretor Garry Marshall (Uma Linda Mulher, O Diário da Princesa) capricha no figurino e na fotografia, elementos que ajudam a construir um ambiente que consegue ser sexual e inocente ao mesmo tempo. É impressionante a evolução de Lohan desde o fraquinho Confissões de Uma Adolescente em Crise. No fim do dia, o que ficam são as reflexões de Ela é a Poderosa: a influência das mentiras, o medo do que pensávamos ser “impossível” e os relacionamentos que, mesmo ausentes, podem ser reconstruídos. Por isso, se você estiver afim de uma comédia romântica escrachada, não procure por Ela é a Poderosa. Mas saiba: esta é, sim, uma história de amor.

Ficha Técnica

Título: Ela é a Poderosa (Georgia Rule)
Diretor: Garry Marshall
Ano: 2007
Gênero: Drama
Duração: 113 minutos

Você também pode gostar de:

Meninas Malvadas
Sorte no Amor

Sorte no Amor, filme com Lindsay Lohan

Sorte no Amor é um filme para corações que gostam de contos de fadas. Agrada ao público que busca entretenimento, brincando com os conceitos de sorte trocada. Lindsay Lohan é um trunfo – bonita e dedicada às suas personagens.

Em Sorte no Amor, do diretor Donald Petrie (o mesmo de Como Perder um Homem em 10 Dias), Lindsay assume o papel de Ashley, uma garota jovem, linda e bem sucedida – com muita, muita sorte. Se ela pisar fora de casa em um dia de chuva, vai abrir o maior sol. Raspadinhas da sorte é com ela mesmo. Do outro lado da história, temos Jake (Chris Pine) – um cara que tenta aos trancos e barrancos promover uma banda (McFly, que também participou das filmagens), mas é simplesmente azarado demais para conseguir uma chance com Damon Phillips (Faizon Love), dono de uma gravadora.

Damon é cliente da empresa em que Ashley trabalha. Ela foi promovida e tem que organizar um baile de máscaras para Damon. No dia da festa, o destino de Ashley e Jake se cruzam e, sem saber quem são, fantasiados e no clima da festa, se beijam. E acabam trocando de sorte: a socialite se vê rodeada de azar, enquanto Jake consegue as oportunidades que sua sorte sempre lhe negou. Ao lado de suas amigas Maggie (Samaire Armstrong) e Dana (Bree Turner), Ashley inicia a longa jornada para encontrar Jake, enquanto uma sucessão de pequenas tragédias acontecem com ela.

A trilha sonora do filme tem dezenas de músicas do McFly, que embalaram a história de Ashley e Jake. Além de diversas composições dos seus álbuns, foi incluída uma nova versão de 5 Colours in Her Hair, além de uma canção chamada Just My Luck, gravada especialmente para o filme.

Com um figurino caprichado (de camisetas de rock à peças de estilistas famosos), Sorte no Amor é divertido e envolvente como comédia romântica e funciona naquela tarde chuvosa de domingo – com um balde de pipoca do lado.

Quando vai passar Sorte no Amor na TV? Geralmente o filme da Lindsay Lohan passa no Telecine, então fica ligado na programação deste link.

Ficha Técnica

Título: Sorte no Amor (Just My Luck)
Diretor: Donald Petrie
Ano: 2006
Gênero: Comédia Romântica
Duração: 103 minutos

Você também pode gostar de:

Meninas Malvadas
Ela é a Poderosa
Top 10 – Dicas de filmes de patricinhas

%d blogueiros gostam disto: